quarta-feira, outubro 19, 2005

A VOZ DAS PEDRAS

- Não quero ouvir mais barulho! Não quero ouvir ninguém a falar!
- Mas...
- Chiu! São horas de dormir! Não quero ouvir ninguém a falar, só as portas e as paredes!
- Eu p'a cá acho que as coisas também falam! Olha, no outro dia sonhei que tinha recebido um calendário e que lá dentro vinha uma música...
- David...
- Espera, deixa-me só contar isto!
- Está bem, conta lá...
- O bebé tamém qué falá!
- E depois a cantiga era assim:

Toda a gente fala
todas as coisas falam
até as pedras e os animais e as portas e as paredes
Todos falam todos falam!

- Sim, filho, eu acho que as pedras se calhar falam, e as portas...
- Mas falam muito baixinho e nós não ouvimos!
- Mas se calhar se ficarmos assim muito em silêncio conseguimos ouvir, não achas?
- Mas a pótas nã fálam! Nã tem boca!
- Pois, mas não é pela boca! Olha, eu aprendi na escola que todas as coisas falam, e os animais também. Mas aquilo da cantiga era eu a inventar, não sonhei nada, estava a enganar-vos!
- Ai estavas a enganar-nos? Está bem...
- Eu não sonhei nada, inventei a música! Mas é verdade que aprendi que as coisas falam! A gente é que não ouve!
- Se calhar podemos ouvir...
- Pois, está bem. Temos de ficar muito caladinhos...
- Então vá, vamos ficar caladinhos para ver se ouvimos o que as portas e as paredes dizem...
- Mas eu p'a cá acho que os animais falam mesmo, só que é outra língua!
- Mas a pótas nã fálam!
- Chiu! Vamos ficar caladinhos!

Finalmente faz-se silêncio. O David embrulha-se no edredão, e ainda oiço a sua voz num murmúrio, mais a falar consigo mesmo:
- Como eu gostava que as pedras pudessem falar...

Sim, filho, dorme. E talvez sonhes com a voz das pedras, e talvez amanhã acordes com o dom de as entender...

2 comentários:

O meu Blog! disse...

Vá lá, ele ao menos diz q sonha, o meu diz q os olhos se transformam quando adormece...

Bjs
Ana

papu disse...

E tem razão, pá! Então já viste como os olhos se têm de transformar para verem aquelas coisas todas nos sonhos?

;)