sábado, fevereiro 04, 2006

O AMOR (À FLOR DA PELE)

Só quem nunca se apaixonou por alguém duvida da existência do amor.
Sim, é possível acontecer.
Quem nunca recebeu amor não pode dar amor. Não sabe o que é o amor.
Quem dele só recebeu migalhas e restos, duvida da sua existência, desconfia da sua música, não crê nas suas palavras.
Quem o teve e o perdeu, vive na eterna nostalgia, na procura do afecto perdido. Mas essa busca é feita num registo infantil: não se cresce, não se desenvolve, não floresce em amor maduro. É um amor possessivo, egoísta, aglutinador.

As pessoas receiam queimar-se nas chamas do amor. A paixão assusta pelo que tem de impulso, de desejo de se fundir no outro. Mas se a estrutura da casa é sólida, não se afundará. Antes sairá fortalecida desse encontro: com uma nova energia e vitalidade.

Porque sem amor a vida não faz sentido.

Porque a paixão é o verdadeiro motor da nossa vontade, da nossa corporalidade, da nossa sensibilidade.

3 comentários:

sem cantigas disse...

a paixão é individual
o amor tem que ser duo e esse é o problema

sem cantigas disse...

abro excepção para os meus filhos, a dose de eles me amarem é relativa e não vem ao caso do meu amor por eles

papu disse...

Pelos filhos o nosso amor é incondicional. O q quer dizer q os amamos sem condições.

O amor adulto é diferente, claro. Não é incondicional.

Enquanto crianças, precisamos do amor incondicional dos nossos pais. Sem ele, não poderemos nunca crescer e evoluir para o amor adulto.

É por isso que digo que quem nunca o teve não pode dá-lo. Não se pode dar aquilo que não se tem. Quem não viveu a experiência de ser amado não sabe amar.

Para sermos capazes de nos apaixonarmos (por alguma coisa ou por alguém) precisamos dessa força e desse amor próprio que só o amor pode gerar.

Acho que entendo o que queres dizer. A paixão é individual - é um impulso, não depende tanto da resposta do outro. Também acho. A paixão é uma força poderosa, arrebatadora, escaldante. Não terá tantas raízes como o amor a prendê-la ao chão, em compensação tem mais asas para voar pelo céu da fantasia.

Para mim a paixão é uma força vital. É aquilo que dá cor ao mundo. É a nossa paixão que faz com que vejamos as coisas coloridas. É claro q falo de uma paixão mais generalizada, não necessariamente ligada a alguém.

Mas no amor por alguém, também é fundamental a paixão. Para mim, o amor sem a paixão não faz sentido. Se amamos, estamos apaixonados. Se estamos apaixonados, amamos.

Bjs. Obrigada pelos comentários.