sexta-feira, fevereiro 17, 2006

A PERNA AZUL


foi substituída por uma perna vermelha!!!

Já pode andar, embora ainda não se tenha atrevido a tal. O médico achou que ele já está bem, o gesso é mais para o impedir de fazer certos movimentos, como saltar e correr. Quando lhe tiraram o gesso anterior, começou a chorar e a dizer que lhe doía a perna; a enfermeira explicou que é normal, que a sensação é de choque, pois a perna esteve imobilizada e envolvida pelo gesso muito tempo, e quando se tira a pessoa sente um desconforto e uma estranheza enormes. Bem, quem já passou pela experiência deve saber, eu, como não fazia ideia, fiquei um pouco preocupada (pois estava à espera de uma sensação de alívio), mas a explicação da enfermeira foi suficiente para me acalmar de imediato.

Depois do choque inicial, foram só precisos uns minutos para que começasse a mexer a perna descontraidamente, como se estivesse bem de novo. A pele dele estava muitíssimo seca, debaixo do gesso, e ele estava cheio de comichões, de modo que passei o tempo a coçar-lhe a perna, com cuidado para não o arranhar.

Quando foi altura de por o novo gesso ele não achou graça nenhuma: desatou outra vez a chorar. Mas era mais de susto que de outra coisa. Agora está de novo sentado no sofá, ainda não quis experimentar levantar-se. Penso que ainda não está muito confiante; é uma questão de tempo.

Estamos todos mais calmos. O pior já passou, e tarda nada vai voltar a correr e a saltar por aí :)

5 comentários:

um estranho disse...

Não tarda nada :)))

Mais aliviada?

Francisca disse...

Tão giros, os manos.

blue note disse...

São os teus queridos muito tudo???

Oh como são... de comer...

Não fazia ideia que tinhas passado por esse sufoco. Como és transparente e meiga na forma como falas deles, a forma de os apreenderes... Gosto muito e toca-me muito.
Espero que a recuperação seja muito rápida e que os sustos acabem.

Beijo enorme abraço grande grande

Pim disse...

Ora, maravilha, boas notícias, o moço quase recuperado... Lembro-me bem do dia em que tive de ir tirar o gesso. é de facto muito estranho e, durante dois/três dias, sempre com receio de colocar a perna no chão. Com medo que doesse. Até ao dia em que pus e... pronto, não doía... Continuação de melhoras e...

...beijokaaaaas grandes, Papu :))))

papu disse...

Obrigada a todos pelas palavras amigas :)