domingo, fevereiro 26, 2006

SIM


por aqui as cores estão melhores que nunca!

3 comentários:

um estranho disse...

Estou a ver que sim. Que cores!
Nunca tive jeito para essas cenas. Sabes que andei num colegio onde tinhamos que aprender essas tricotadas ...

Naaaaaaaa detestava.
Eu gostava era de saltar o muro e ir apanhar limões ao terreno do lado, adorava ...
Os limões Papu, eram a coisa mais "doce" que por ali andava.
E ainda hoje gosto de trincar as cascas do limão. Só não tenho que saltar muros, basta abrir a porta das traseiras.

Beijinho
Está lindo ... diz-me que estás a tricotar uma manta para um bebe que aí vem ...

papu disse...

Tás doida???

Estou a fazer uma camisola... para o David, porque assim o Diogo também a vai vestir.

sabes, foi no dia em que fui à procura de agulhas de tricot para poder coçar a perna do Diogo (já me tinham dito que assim é que se consegue aliviar aquelas comichões, q são horríveis). E ao lado das agulhas vi estas cores todas em novelos gordos e felpudos, e não resisti. Fazer tricot é dos meus passatempos preferidos, desde criança, vê lá! Como não foi imposto, sempre gostei.

Por acaso na minha infância não saltei muitos muros; a casa da minha avó tinha um quintal muito grande, com laranjeiras, limoeiros, uma figueira, parreiras, framboeseira... tinhamos tudo ali à mão.

É claro que os miúdos das redondezas vinham todos roubar fruta e nós corríamos atrás deles! (eheh, já estou a delirar, na maioria das vezes não corríamos, íamos masera a correr avisar a minha avó).

Clandestino mesmo era tocar às campainhas, de todas as portas, e corrermos a escondermo-nos! Isso e ir espreitar as mulheres que iam fazer xixi atrás do muro do quintal da casa. Como passavam boa parte do dia a lavar roupa no tanque e não havia casa de banho por perto... tinhamos um posto de observação no mirante, que nos dava um panorama excelente!
:DDD

Beijocas

um estranho disse...

:))