domingo, abril 30, 2006

VELHA (NOVA) AMIGA



Velho amigo
Um sorriso
Uma canção
Na palma da mão
A linha comum
Velho amigo
Que estar contigo
Vale um milhão
Velho amigo
Quase um irmão
Na palma da mão
A linha comum
No teu coração
Nosso sangue corre
Nossa vida florindo
Em nosso chão
Velho amigo
Quase um irmão
Na palma da mão
A linha comum
Vivendo para sempre
Crescendo contigo
Que ser teu amigo
Vale um milhão!



(ressuscitei estas palavras, escritas há uns bons anos atrás, para as oferecer a uma amiga muito especial, na esperança que elas diminuam a sua tristeza e a sua dor. Um beijo muito grande)

6 comentários:

Alex disse...

Há flores por todo o lado. Já viste? Como estás Amiga Papu?
Gostei muito desse poema, sorte têm os teus amigos por te ter assim, por inteiro, és uma amiga especial.
Boa semana!!!

papu disse...

sorte tens tu! ;)

Alex disse...

Sorte, por te ter encontrado.
Até amanha, dorme bem.

papu disse...

ah andas por aqui, que giro :)
dorme bem também

Alex disse...

han?

Anónimo disse...

Nice idea with this site its better than most of the rubbish I come across.
»