domingo, dezembro 17, 2006

XMAS CARDS




O pessoal aqui tem um hábito directamente proporcional à indústria da produção de xmas cards: é que toda a gente oferece cartõezinhos a desejar boas festas a toda a gente! Mas é mesmo toda a gente! Nas escolas, nos empregos, desconfio que até nos cafés e bares habituais, no autocarro, no cabeleireiro, no supermercado, no raio que o parta!

No primeiro Natal que aqui passei não me apercebi do fenómeno: tinha acabado de chegar e ainda não estava imiscuída nos hábitos locais. No ano passado, quando o David começou a trazer cartões para casa, oferecidos pelos amigos, pensei, olha que simpático, que giro, etc, e lá comprei alguns para ele devolver os best whishes. Depois, no último dia de aulas antes das férias do meu curso de inglês (não se esqueçam que éramos todos estrangeiros, menos a professora) lá estava um cartãozinho em cima de cada mesa, lembrança da professora, claro. Que simpática, que querida, olha, e eu que nem me lembrei disso, que chatice. Bom. Quando foi o último dia do curso de childcare é que me ia caindo tudo ao chão. É que toda a gente (TODAS, incluindo as que não eram inglesas) tinha trazido cartões, menos uma pessoa... claro que era eu, não é difícil adivinhar. Fiquei tão envergonhada que resolvi telefonar ao meu marido e pedir-lhe o generosíssimo favor de me ir comprar uns cartões e mos trazer, enquanto dei a desculpa que me tinha esquecido deles em casa... meu Deus, com estas pressas, estão a ver, pois é...

Lá veio o desgraçado do homem com os cartões, que eu muito prontamente preenchi e dei a cada uma delas com um sorriso de best xmas and happy new year. E aprendi a lição. Este ano comprei resmas de cartões, e os meus filhos escreveram a todos os meninos da classe. E desta vez já não houve cartões esquecidos em casa. Ah, que lindo que é o Natal! :) :P

5 comentários:

Alex disse...

Gostava de morar aí perto de ti, ou pelo menos passar o Natal em Londres. Dizem que é muito "luminoso".

Não queres tirar umas fotos ... não?





Estou Papu, completamente. Desde o I até o L ...


custou este ano sabes. Fomos ontem distribuir brinquedos e a apatia que encontrei, doeu. Estou tão magoada, tão triste, tão zangada ...



e acreditas que me mordeu um bicho estupido? Não consigo beber café, só de palinha, nao dá para comer, para beber água, nada.

este fim de semana foi para esquecer.


amanhã melhora,
é sempre assim, melhora sempre no dia seguinte.


Obrigada pelo que escreveste.
um beijo enorme

Alex disse...

palhinha!

papu disse...

e ainda para cima, minha gente, depois de escrever resmas de cartões, que os gaiatos já bufavam por todods os lados, eles só recebem uma meia dúzia ranhosa !? O que é que faço? No mínimo, torço o pescoço a todos os que não lhes deram um!!! Boa?

;))))))

eheheh isto realmente sobe-nos à cabeça ;)

papu disse...

Alex: um beijinho.

Vou ver se tiro umas fotos, sim. Às casas que parecem árvores de Natal. Algumas estão mais iluminadas do que muitas árvores de Natal!

Alex disse...

:)