quarta-feira, julho 04, 2007

Estranhos hábitos

As criancinhas aqui vão para a cama por volta das oito horas, algumas até mais cedo. Ok, não serão todas, mas a grande maioria...

Conseguem imaginar?

Às oito horas às vezes estou eu a dar-lhes o jantar...

É que há outro pormenor: eles não jantam...

Não jantam? Mas como?, estou já a imaginar algumas vozes mais empertigadas.

Não, não jantam: tomam uma refeição, sim, mas para aí às seis da tarde... e pelo que posso imaginar, não é um jantar, no sentido que nós - povos do sul, penso - damos à palavra jantar.

Mais: é que uma refeição para eles (almoço ou jantar, tanto faz), a maioria das vezes, equivale a umas (ou uma) sandes. (Nunca sei se hei-de escrever sandes, sanduíche ou sandwich. Escolham vocês!)

O mais novo até me anda sempre a chagar a cabeça: mamã, eu quia uma xanduíxe... eu quia uma xanduíche pala o amôxo... E repete isto tantas vezes e com tanto sentimento na voz, que eu agora, uma vez por semana, mando-lhe uma sandes com ovo e com alface, em vez da massa e do ovo cozido, ou da massa com cenoura e milho e tomate. Isto para além da sopa, claro, que nunca falha.

Eu bem que tento deitá-los mais cedo, para ver se nos imiscuímos nos hábitos locais, mas em vão. Depois distraio-me e quando dou por mim já são sete e meia e ainda não tenho nada feito. Mas eles têm que jantar, caramba! Vivo obcecada com isto. Quero que comam sopa e carne e peixe, e eles pela vontade deles comiam ovo estrelado todos os dias. Eu às vezes cedo e depois penso, ai caramba, eles não podem comer ovo todos os dias, é demais!, e lá faço comida para uns três dias.

Eu nem acho mal a ideia de comer sanduíches ao almoço, se forem feitas com coisas boas (entenda-se saudáveis), mas todos os dias, não!, caramba. Mas pronto, dou uma abébia: hoje, pela primeira vez, dei-lhes sandes ao jantar... Meninos, a mãe não tem nada para o segundo prato, hoje vamos ter um jantar diferente, boa? Vou fazer umas sandes (a cara deles de contente) mas não é de ovo, que vocês comeram ovo ontem (a cara deles de desapontamento) vai ser queijo, fiambre e alface, está bem?

A resposta: duas caras a dizerem que sim, com um ar de felicidade, e o David assim meio sério: e mamã, e depois se ficarmos com fome ainda podemos comer assim qualquer coisa tipo... massa com carne...?

Está bem, está. Nem acabou a sandes, deixou metade no prato. Ele agora anda sempre esfomeado, mas enche-se depressa.

2 comentários:

PedroR disse...

Eu voto com o Diogo: xanduíxe.
Qué-lo xanduíxe pá janta!!!

kella disse...

Apesar de estarmos (ainda) em Portugal, muitas vezes também uso o mesmo "esquema" de refeições que na Irlanda. Por exemplo, há ovos com bacon e baked beans para o pequeno almoço, uma sopinha para o almoço e ao jantar sandes. Outras vezes troco a ordem. É raro fazer duas refeições grandes.