quarta-feira, agosto 29, 2007

E dos blogues também!

Estou a gozar ;)

Mas eu não sabia que a blogosfera portuguesa era notícia na rádio! A sério, fiquei parva, estava no carro a ouvir as notícias e de súbito a voz pausada do locutor anuncia as "principais temáticas hoje na blogosfera portuguesa..." na sua voz rouca de contralto... e eu, alto lá, o que é isto? Então os blogues neste país são notícia na rádio? Mas alguem dá assim tanta importância ao que meia dúzia de chanfrados anda para aqui a escrever?

Eu realmente devo viver em Marte! E vivo mesmo, palavra de honra, a leste, completamente!

E nós, portugueses, que somos famosos pelo nosso pessimismo e derrotismo nacionais... sim, lá fora é que é bom, e tal e coiso... não será isto um grande contrasenso? Ou agora, para compensar, deu-nos para insuflar o ego de tal maneira que até esta blogoparvalheira nos dá assim um estilo de país desenvolvido?

É claro que ainda estou a gozar! Não se ofendam os blogueiros...

Verdade se diga, pois claro, que os ditos blogues noticiados na rádio pertencem todos ao jet set blogosférico... claro, eu é que ando mesmo distraída, só pode ser... que nem dou pela presença tão honrada de tais sumidades por aqui... ou melhor, dar até dou, mas pronto, digamos que prefiro ler boas histórias, algumas piadas, saber dos amigos, dos filhos dos amigos, das gracinhas dos bebés... enfim, sou o que se chama uma blogueira provinciana, e muito pouco intelectual.

Não que não ache importante o papel da troca de ideias aqui nesta esfera tão vasta, mas caramba, não me parece que seja para isso que a maioria das pessoas por aqui anda... e agora estou a falar de cor, porque este mundo virtual é tão grande que seria arrogância minha pretender conhecer a sua maioria. Eu devo conhecer uma milionésima parte disto (ou nem isso).

Eu até acho que o que se passa por aqui, de melhor, é o que acontece nos bastidores... não, claro que não me refiro às caixas de comentários! Essas são, pelo contrário, um dos palcos principais deste espectáculo! Basta entrar num blogue com um post com meia dúzia de palavras que nada dizem, e ver mais de uma centena de comentários ao dito post, para se perceber que o que se lá passa (e diz) é muito mais importante do que o que se passa (e diz) na página principal.

Não, os bastidores da blogosfera são precisamente aquilo que não se vê (ou se vê, depende da perspectiva de quem olha); aquilo que lá não está (ou está); aquilo que reina quando se desliga o computador, e o ecrã fica negro, e reflecte um rosto (o nosso) e uma vida (a nossa), um pouco à semelhança da história do Rui Zink, do bebé que só gostava da televisão apagada, porque assim podia ver (e rever) o pai, a mãe e ele próprio. O que a blogosfera tem de melhor não são as palavras brilhantes que por aqui se escrevem, nem os textos eruditos ou poéticos, nem as frases e as ideias que debitamos a torto e a direito. O que a blogosfera tem de melhor somos nós, com as nossas vidinhas chatas, parvas, iguais, monótonas. Nós, estes anónimos todos que para aqui andam, a lançar palavras ao vento, a escrever sobre o que pensamos como se isso tivesse de facto alguma importância, ou pudesse mudar alguma coisa. Todos nós, pessoas comuns, que se quiséssemos poderíamos mudar o mundo, mas que nunca o faremos, porque nem o nosso mundinho pequeno e privado conseguimos mudar. É o silêncio daquilo que somos o que a blogosfera tem de melhor, sim. Porque as palavras, leva-as o vento.

5 comentários:

Alex disse...

Estou a sorrir.
Maravilhosa a essência das tuas palavras. Comum dos mortais, histórias, problemas, coisas reais

coisas nossas, nós.
Tu

edelweiss disse...

Papu, voltaste inspirada!

CLS disse...

Eh pá... sem palavras :), assino em baixo.
Um beijo.

soniaq disse...

É assim mesmo. Às vezes é preciso um olhar mais acutilante para ver o que todos pensamos e não dizemos.
beijoca grande linda Papu

Rita disse...

exactamente