segunda-feira, março 31, 2008

É do olho!

Quando era pequenina, e a minha mãe me dava qualquer coisa muito boa para comer, (geralmente dizia: abraboquifechózólhos, e eu já sabia que vinha de lá uma surpresa) acompanhava sempre o prato com um é daqui! dito com um sorriso largo, enquanto apertava o lóbulo da orelha entre o polegar e o indicador.

E eu e o meu irmão, muito empertigados, respondíamos de pronto: Não! É do olho!

enquanto quase enfiávamos o dedo na córnea.

E dizíamos aquilo mesmo, mesmo, com convicção.

1 comentário:

mina disse...

que engraçado, nunca mais me tinha lembrado dessa "do olho", foi bom teres-me recordado...