sexta-feira, julho 31, 2009

10 anos hoje

10 anos e parece que foi ontem. 10 anos e o tempo parece que correu, veloz, como um rio. Ou um vendaval. 10 anos e ele está tão grande que parece que tem mais um ou dois anos. 10 anos e às vezes ainda faz birras, e outras vezes diz coisas que me fazem abrir a boca de espanto. 10 anos e apesar de ter passado a correr, o tempo também se demorou nas esquinas e se deteve nos cantos e recantos de um corpo que já não é meu mas que me continua a caber inteiro dentro dos braços e já quase me alcançou em altura. 10 anos é muito tempo, mas esse tempo ainda me cabe inteiro nas mãos, enquanto o coração cada vez mais deseja partir a galope. 10 anos é tanto e tão pouco, e as dores do parto cada vez mais distantes. É isso crescer, deixar as dores para trás.

2 comentários:

LP disse...

Muitos Parabéns!

Rita Quintela disse...

:) Mil beijos de parabéns!