sexta-feira, outubro 02, 2009

Mudanças

Cá no meu tempo ninguém se preocupava com o facto de, entrados para a escola secundária, ou preparatória, ou que raio era aquilo, só nos apetecer enfiar num buraco nos primeiros dias, e andarmos para ali aos caídos com medo de tudo e de todos, dos colegas, dos professores, dos contínuos, do recreio enorme, das casas de banho porcas e imundas e dos possíveis encontros imediatos que poderiam acontecer por lá, dos corredores intermináveis e das infinitas salas onde nos perdíamos hora sim hora sim. Ainda me lembro como se fosse hoje quando aterrei na pedro de santarém e encontrei uma turma onde praticamente já toda a gente se conhecia, menos eu e mais outro miúdo. E não havia cá dias de recepção, nem boas vindas e ninguém nem reparava nos nossos olhos sempre enfiados no chão. Isto os adultos, claro, que os colegas, ainda me lembro, andavam sempre de roda de mim a perguntar porque é que eu andava sempre tão sozinha. Não podiam adivinhar que isso ainda aumentava mais o meu constrangimento.
Bom. Isto só para dizer que sim, que acho o máximo todas estas iniciativas que se fazem hoje nas escolas, visitas com os pais, falar com os professores e os alunos, e só posso sorrir ao ver o cuidado que por aí anda com o bem estar dos novos alunos. O objectivo é suavizar o medo natural que tão grande mudança acarreta. E para alcançá-lo não há nada como criar o ambiente ideal para que as amizades floresçam. Nos primeiros dias de aulas, até antes disso, eles promovem encontros entre os miúdos para que estes se conheçam e façam amigos. Sem amigos e sem estar integrada na escola uma criança não aprende. O principal é que eles se sintam felizes na escola; a aprendizagem e os resultados vêm depois. E eu já estou como a mãe de um dos colegas do David, agora é que eu queria andar na escola. E tenho a certeza que sim, as coisas mudam sempre para melhor.

3 comentários:

LP disse...

Mudar para melhor é bom!

Helena disse...

Olha, fomos vizinhas! Eu andei na Quinta de Marrocos (e depois na Sec. de Benfica). E, enquanto professora, posso dizer-te que essa é uma das coisas que mudaram para melhor. Mas também há o oposto. Enfim... Beijinhos

gabriela disse...

também andei na sec benfica. na volta fomos mas é colegas :)

(papu)