segunda-feira, janeiro 30, 2006

ISTO É INGLATERRA!



27 comentários:

nascitura disse...

papu,
a surpresa tem de ser adiada, pois a alex também faz parte. penso que este não é o momento oportuno.

Marta disse...

Afinal não é só no nosso país...

Beijinho

M.M. disse...

Desculpa, mas não, a Inglaterra não é isso. Tem isso também. Há gente desleixada e porca em todo o lado.
Se vamos fazer comparações, acredita que nunca vi tanta porcaria como em Portugal.

um estranho disse...

Tens a certeza que isto não é as traseiras aqui do sitio onde trabalho????
é muito parecido ...

papu disse...

se calhar o título não está muito claro... não quero dizer q Inglaterra seja um lixo, o q quero dizer é que isto tb é Inglaterra, q aquele país do 1º mundo, muito avançado e desenvolvido (é a ideia q temos de fora) tb tem coisas de 3º mundo (e não são só as q estão aqui escarrapachadas neste fotografia!). É um pouco para vos mostrar o outro lado da Inglaterra, bem real e visível!

E desculpa lá, MM, mas qd cheguei, juro-te, nunca tinha visto tanta porcaria nas ruas, como vi aqui, em Portugal. OK, estou nos bairros mais pobres... mas aqui as pessoas estão todas misturadas, não há guettos, mas pronto, não estou em condomínios de luxo, estou na zona mais pobre. Mas repito: nunca tinha visto tanta porcaria nas ruas.

um estranho disse...

bem, podemos fazer um quiz com fotos a ver qual País tem mais porcaria que o outro.

A mim parece-me que pessoas "porcas" não se definem pela nacionalidade.

M.M. disse...

Papu

Talvez pudesses dizer-me onde estás, para eu poder falar com conhecimento de causa? ;-)
Vivi em Inglaterra muitos anos (e, no total, mais do que em Portugal) e aquilo que mais me chocava sempre que aqui vinha eram os cafés e as ruas cheias de beatas no chão, e lixo, muito lixo.
Explica-me lá melhor isso, pois lixo assim nunca vi em Inglaterra.
Não me digas que está assim tão diferente desde que saí daí.

papu disse...

Estou em Londres, Grande Londres, nos subúrbios. Acredito q as coisas possam ter mudado, não sei. Acredito q haja locais aqui verdadeiramente limpos, sem lixo, mas sinceramente, ainda não vi nenhum. A geração mais nova é quem faz mais porcaria. Até nos autocarros às vezes há lixo espalhado pelo chão! (latas vazias, batatas fritas e outros restos de comida, ...)

Claro q há pessoas porcas de todas asnacionalidades, aliás aqui o q não falta são nacionalidades diferentes.

Mas não é só o lixo que faz este país (em algumas coisas) parecer um país de 3º mundo... Em breve voltarei a este assunto.

Claro q a Inglaterra não é só isto, como já disse; aliás, tenho-me fartado de falar de coisas que me impressionam pela positiva, noutros posts. Mas achei q já estava na altura de vos mostrar o outro lado da história...

O meu Blog! disse...

Pois é amiga...neste aspecto mais uma vez me atinges, e me fazes ter saudades...do sul.
No sul, não vês um único caixote de lixo na rua. Como são maioritariamente casas com jardim, há 1 dia da semana de recolha, e só nessa noite as pessoas colocam os famosos sacos pretos na rua, até à manhã do dia seguinte. Aliás, em Hampshire ainda é pior, recolhem lixo caseiro de 15 em 15 dias, intercalando com "lixo" reciclável. Uma semana um, outra semana outro. E durante toda a semana não se vê nem uma beata no chão.
Mas tb eu me deparei com este cenário das fotos qdo ía a Londres. E só quem nunca foi a Londres pode duvidar das tuas fotos e palavras. E então quem já lá esteve e nunca viu...helllooooo? how about new glasses??????? new nose????
Lembro-me de ter estacionado o carro em Notting Hill Gate e estar à porta de uma casa e ía morrendo com o cheiro nauseabundo que vinha lá de dentro, tive de me afastar. E quem já esteve em Inglaterra tantos anos sabe perfeitamente o PORCO que é o povo inglês, fora algumas qualidades. Além de não tomarem banho as casas são autênticas pocilgas, porcas e desarrumadas. O povo inglês é conhecido por isso. E quem, mais uma vez, já esteve em Ingalterra sabe que são os próprios ngleses a terem programas que se chamam "HOW CLEAN IS YOUR HOUSE"!!!!!!!!!! Onde nem os animais viveriam em casas como aquelas.

E tb podemos dizer q Londres é muito pouco habitado por ingleses, mas deixa lá q os ingleses, principalmente esta nova geração, são do pior, e não tarda q tanto o sul como outras partes por enquanto boas, se tornem em lixeiras municipais.

Tenho dito.

Já tinha saudades tuas, não te tenho vindo visitar...vou-te mandar um mail a contar as ultimas novidades...

Beijos
Ana

papu disse...

Pois é, Ana, mais uma vez, acertaste na mouche! a tua descrição é bem realista!

E sorry, Marta, esqueci-me de ti... isto com tantos comentários novos uma pessoa até fica vesga ;) Já fui conhecer o teu André q é uma fofura, só ainda não tive tempo de ver com atenção... mas prometo para breve! :)

M.M. disse...

Ana

Para a próxima vez que quiseres dirigir-me um comentário, fá-lo directamente a mim. E aproveita para seres mais bem educada também, pois não me conheces de lado nenhum. Estou a ver que a boa educação dos ingleses didn't rub off on you.
Não fazia a mínima ideia de que isto se tratava de um concurso para ver que país é mais limpo, ou não. Se voltares aos comentários lá de cima, verás que aquilo que disse foi: "Desculpa, mas não, a Inglaterra não é isso". Acho injusto pôr aqui fotos de lixo com o título "Isto é Inglaterra, ou Inglaterra é Isto". Então poderemos dizer que o "isto" de que a Papu fala é tb Portugal, França, Espanha, Itália e por aí fora, pois há lixo em todo o lado.
Um país não se resume a uma fotografia de um canto cheio de lixo. Isso não é o espelho de um país.
Não sei há quantos anos vives em Inglaterra (nem que idade tens, for that matter), mas fica sabendo que quando saí de Londres, isto não se via. E só saí de lá há 8 anos.
Onde eu estava, a recolha do lixo nunca foi feita de 15 em 15 dias.
Quanto aos porcos dos ingleses... francamente! Costumas vir a Portugal passar férias no Verão? Gostas das praias cheias de bocados de comida por todo o lado, latas de refrigerantes e de conservas, merda de cão e pensos higiénicos a flutuarem no mar?
Lamento imenso, mas não estás a ser nada objectiva.
A minha madrasta, a minha irmã e os meus step brothers são todos ingleses. Eu fui para Inglaterra com 2 anos de idade. Nunca ouvi tal absurdo sobre os ingleses não tomarem banho! Tem cuidado com essas generalizações.
Onde queres chegar com a justificação de que os ingleses têm programas sobre quão limpas são as suas casas? Os portugueses têm programas sobre melhoramento de imagem e isso não significa que sejam todos uns desleixados. Lighten up, Ana. A generalização é sinónimo de falta de argumentos.

um estranho disse...

As questões quentes despertam-nos logo a atenção.

Um quiz apenas pela comparação de "lixos" entre países, obviamente que nao me referia a um concurso.

Nem fui eu que estabeleci comparações entre países - que "Se vamos fazer comparações, acredita que nunca vi tanta porcaria como em Portugal".

até amanha ! :-)

papu disse...

MM, concordo contigo, as generalizações são na maioria das vezes injustas e pouco inteligentes. Mas às vezes a gente generaliza, principalmente qd estamos num ambiente estranho... nem q seja para desanuviar, para brincar! Por ex, há pouco no meu post dos estranos hábitos, pus q é um hábito estranho, por cá, tomar-se banho todos os dias... é claro q é uma generalização, é uma brincadeira, mas tem um fundo de verdade: o pessoal aqui não tem o hábito de tomar banho todos os dias. É claro q isso não faz das pessoas porcas! (eu não tomei banho todos os dias a minha vida inteira!). E tb há gente porca em todo o lado, tens toda a razão! Neste caso, foi mesmo uma brincadeira.

Qt às fotos e ao título, já expliquei eu não quis resumir nem dizer que inglaterra é um lixo - apenas mostrar outro lado desta inglaterra onde me encontro.

Percebi q ficaste chateada com o comentário da Ana, percebi as tuas razões, mas olha: ela é boa rapariga, acredita! Diz assim as coisas de uma forma um pouco frontal, mas, pelo pouco que conheço dela (e digo pouco pq só nos conhecemos do blog) não foi com má intenção.

papu disse...

Ah! e a recolha do lixo aqui é semanal. Está bem que cada casa tem um contentor - mas com a quantidade de ratos e de lixo q tem esta cidade, é muito pouco. É uma das coisas q não entendo.

M.M. disse...

Alex

Bom dia. Não sei se reparaste, mas o meu comentário era dirigido à Ana. Faço sempre questão de indicar o nome da pessoa para quem falo, para não haver confusão. Obrigada.

Papu

"E quem já esteve em Inglaterra tantos anos sabe perfeitamente o PORCO que é o povo inglês, fora algumas qualidades. Além de não tomarem banho as casas são autênticas pocilgas, porcas e desarrumadas. O povo inglês é conhecido por isso".
Esta é uma generalização ofensiva. Nunca entrei nem vivi em pocilgas, mas tb não sei em que casas é que a Ana entra. Se for nas casas de certos estudantes ou de certas pessoas que vivem às custas do unemployment benefit e que passam o dia inteiro enfiados nos pubs... sim, é possível que sejam pocilgas.

O meu comentário inicial foi motivado pelo teu título que, como deves imaginar, foi um pouco redutor. Talvez um "A Inglaterra Também é Isto" tivesse sido melhor. É a minha opinião e é para isso que deixamos activadas as caixinhas de comentários.

um estranho disse...

m.m. - Reparei, perfeitamente.

Papu - O planeta está todo ele sujo e cheio de lixo, e cada vez mais, conta pelos dedos a quantidade de pessoas amigas tuas que reciclam globalmente o lixo (olha, uma ideia gira para um post).


Por falar em planetas, já leste sobre o novo "planeta" descoberto logo a seguir a plutão?

papu disse...

MM

só quem não me conhece e não me lê com regularidade pode achar que eu quis reduzir a imagem de um país a um monte de lixo.

Não vou explicar mais o sentido do título, já o fiz.

E sim, as caixas de comentários estão abertas a TODA A GENTE E A TODAS AS OPINIÕES. Para tu dares a tua, para a Ana dar a sua, para eu dar a minha, para a Alex te responder, mesmo quando o comentário não lhe foi dirigido.

M.M. disse...

Papu

Numa coisa acertaste: não te conheço, nem costumo ler-te com regularidade.
As chaminés inglesas são fantasmas porque tiveram a inteligência de perceber que o aquecimento central (com que todas as casas inglesas são brindadas) é mais prático e eficaz. Daí as lareiras estarem todas cobertas também. Se as casas em Portugal tivessem aquecimento central e se as lojas em Portugal tivessem as portas fechadas para manter o calor, talvez não passassemos tanto frio como estamos neste momento a passar. É que, como deves saber, nevou em Portugal.
Em relação ao estado degradado de certas casas... lembro-me de várias assim e normalmente os proprietários eram indianos ou paquistaneses, que compravam casas para as várias filhas e que, enquanto estas não casavam, as alugavam sem quaisquer condições.
Nota que utilizei a palavra "normalmente". Não decida alguém acusar-me de generalizar...
E fico-me por aqui sobre este assunto. Tens tanto direito à tua opinião como eu tenho à minha. No fundo, trata-se mesmo é da maneira como se olha para as coisas.

papu disse...

Pelos vistos, não me lês com regularidade, nem com atenção:

"O escoamento dos fumos das caldeiras dos aquecimentos centrais são feitos por pequenos buracos nas paredes, e por um tubo que atravessa esse buraco, como podemos ver na fotografia de baixo. Estas zonas de escape de fumos existem em todas as casas à altura do andar térreo (que é onde ficam as cozinhas)."

Para o caso de não teres percebido: os fumos das caldeiras deveriam sair pela chaminé, se houvesse alguma preocupação com a saúde pública! Andamos na rua constantemente a inalar os gases provenientes da combustão das caldeiras: as saídas de fumo ficam à altura do nosso braço esticado...

É a isto que chamas de opção inteligente?

Acho que tens toda a razão: no fundo, temos é maneiras distintas de olhar para as coisas... e isso faz toda a diferença!

M.M. disse...

Papu

Um dia vais ter de me explicar em que zona de Londres vives. Será Wood Green? Caramba, parece que estás rodeada de lixo, canalizações da merda, perigos para a saúde pública e sabe-se lá mais o quê!
Se fosse a ti mudava de casa, em vez de continuar a morar em condições tão precárias.

PS. Mais generalizações. As casas em Inglaterra não são todas assim.

papu disse...

MM

para quem não me conhece de lado nenhum, não me lê com regularidade nem com atenção, estás demasiado preocupada com a minha situação, e em contra-argumentar.

Ou será apenas para embirrar?

Vou mais pela segunda hipótese. O meu blogue está cheio de posts relativos a assuntos passíveis de serem comentados amigavelmente, por pessoas que realmente gostem de vir aqui e deixar algumas palavras... mas a ti o que parece interessar-te mesmo são estas trocas de cumprimentos.

OK, vou responder-te, já com pouca paciência para o fazer: sim, estou rodeada de lixo e de casas degradadas, e é por sair à rua e ver todas estas coisas q senti necessidade de o mostrar aqui. Caso não tenhas percebido, sou IMIGRANTE neste país, não tenho condições económicas para mudar de casa quando me apetece... nem para mudar para uma casa com melhores condições. Sim, está a ser difícil, mas estamos no nosso 1º ano e acredito que as coisas vão melhorar. Estás satisfeita?

Se nunca tinhas reparado neste lado da Inglaterra, é talvez porque tiveste a sorte de morar num sítio com condições. Mas o mundo não é só aquilo que a gente vê da nossa janela. Se te tivesses dado ao trabalho de olhar, ir a outros sítios, conhecer outros lugares, ver com olhos de ver... se calhar as minhas fotografias não te surpreenderiam tanto.

Se vieste para Inglaterra com 2 anos, percebo que tenhas uma ligação afectiva com este país, é quase o teu país (se calhar é mesmo). Mas temos de saber olhar para o que é nosso e reconhecer-lhe os podres. É isso que falta a muita gente, e a muitos governos. Olharem-se ao espelho e verem que há graves carências e deficiências nas imagens perfeitas de países do 1º mundo.

Mas pronto, já estou a divagar... olha, faz-me um favor. Se não tiveres nada de interessante para dizer, opta pelo silêncio. Obrigada.

M.M. disse...

Papu

Não tenho qualquer intenção de embirrar contigo. Nem contigo, nem com ninguém. Isto realmente parece haver aqui um problema qualquer de comunicação.
Lamento que tenhas de morar nessas condições. Mas tens de admitir que essas não são as condições de toda a gente que vive em Inglaterra. Acho muito bem que comentes aquilo que vês ao teu redor, mas a ideia com que eu fiquei foi que estavas a reduzir o país inteiro àquelas fotos. Depois justificaste o título do teu post. Tudo bem. Mas, e se bem te recordas, a minha resposta foi dirigida à Ana e não a ti. Tu foste apenas a autora do post. Post que achei injusto e comentei. A tua amiga Ana entrou a matar, e fez uma série de insinuações desagradáveis às quais achei por bem responder.
E quanto a vir aqui apenas para estas trocas de galhardetes... deixei-te um comentário no teu livro da semana depois de ter comentado o post sobre o lixo. Se realmente quisesse embirrar, não o teria feito, não achas? Afinal de contas, foi a iniciativa que me trouxe aqui.
Olha, acho que não vale mesmo a pena. Tu não fazes qualquer intenção de realmente "ouvir" aquilo que estou a defender. É verdade, a minha ligação afectiva com Inglaterra é muito grande, talvez tão grande como a tua com Portugal. Talvez reagisses da mesma maneira se estivesses no meu lugar.
Seja como for, tu tb não me conheces, senão percebias que não venho aqui embirrar. O certo é que não vamos a lado nenhum com esta conversa, pelo que o melhor é ficarmos por aqui mesmo.

papu disse...

Sei perfeitamente que estas não são as condições em que vive toda a gente em Inglaterra. São as condições em q vivem uma larga maioria de pessoas. Nunca quis generalizar, nunca quis dizer q a Inglaterra é isto. O título, "Isto é Inglaterra", não é obviamente para ser levado à letra. Aliás, muitas poucas coisas nesta vida são para ser levadas à letra. A linguagem e as palavras servem para fazer metáforas, exprimir ideias, simbolizar, extrapolar. Foi isso que pretendi com o post - pôr as pessoas em confronto com uma realidade q não conhecem, q habitualmente está escondida atrás da fachada de país desenvolvido e de 1º Mundo q é a Inglaterra. mas tudo isto eu já tinha explicado. Estou a repetir-me.

A minha relação com Portugal é a relação de alguém com o país onde nasceu. Tenho bastantes saudades. Mas sei reconhecer os podres de Portugal. Sei que é um país cheio de defeitos, e a caminhar para o colapso social. Aliás, foi por isso que emigrei. por não conseguir arranjar um empego que me permita viver e sustentar a minha família. E se escolhi a Inglaterra, é evidente que reconheço qualidades e oportunidades neste país que não existem em Portugal.

A Ana pode ter entrado a matar, mas tu saíste a matar, também. Não foi só a ela que respondeste de forma agressiva. E insististe nos argumentos obviamente inconsistentes da generalização e de que "Inglaterra não é só isto", como se eu não tivesse explicitado vezes sem conta que não pretendia reduzir o país àquelas fotos. Aliás,a tua argumentação revelou, mais de uma vez, que não leras realmente o que eu escrevi com atenção.

Se houve alguma falha de entendimento, foi da tua parte. Quem não me ouviu e me interpretou mal foste tu. Claro q o post podia ser mal interpretado, e por isso fiz o devido esclarecimento, mas mesmo assim, tu continuaste a interpretá-lo à tua maneira, e a insistir na teimosia dos mesmos argumentos.

Também acho que não vamos a lado nenhum assim. Só queria que ficasse claro que eu tolero perfeitamente as críticas e as opiniões diferentes das minhas, quando elas são defendidas de forma adequada. E, convenhamos, essa parte não foi muito feliz...

um estranho disse...

Bem Papu, para a próxima, afixa um mapa lateral e risca com uma esferográfica a área residencial a que te referes

assim
escusas de feris susceptilidades.

Por momentos pensei que me tinha enganado e que não estava no TEU blog!

Adorava ter tempo para plantar batatas e semear discussões.
Sério que gostava.

um estranho disse...

feris é ferir

matarbustos disse...

bairro tuga? ehehehh

Anónimo disse...

Obrigado por intiresnuyu iformatsiyu