sábado, fevereiro 11, 2006

JOGO DE ESCONDIDAS


Às vezes
vejo-te
de fugida
à espreita
sumida
no canto do olho
na ânsia
de te esconderes
no medo
de me não veres
no desejo
de apareceres

4 comentários:

Miduxe disse...

muito bonitio, de verdade!
bjs

um estranho disse...

às vezes procuro-te em palavras
e encontro a saudade

nascitura disse...

às vezes
vejo-me...
...de fugida
(quero ver-me mais vezes)

nuno albuquerque vaz disse...

havera sinais de fumo para ti...