terça-feira, março 21, 2006

AS BIRRAS DOS 3 ANOS

Acho que já vos contei que o Diogo quando chegou cá passou uma temporada a comer apenas iogurtes, papas e fruta (além do leite) porque se recusava a comer sopa e outros alimentos. Ora, antes de virmos, aí em Portugal, na creche, ele já comia (e muito bem) sopa composta (com carne ou peixe). Em casa refilava um bocadinho, e às vezes só comia a sopa, sem mais nada, mas na creche comia sempre tudo.

Quando cá chegou desisti de tentar dar-lhe a sopa, e achei que aquilo era uma reacção à mudança. Não liguei. Isto ainda durou para aí 6 meses. Aos poucos, lá começou a comer sopa (mas sem mais nada). E, aos poucos também, comecei a dar-lhe a sopa com carne e peixe ou ovo misturados. Pode dizer-se que foi uma luta (custou) e vagarosa, mas ele já comia bem.

Até ter partido a perna. A partir daí, começou de novo a recusar a carne ou o peixe misturados. Se for ovo tudo bem, e se for peixe não refila tanto. O pior é a carne. É que a carne tem de ser mastigada, e ele não quer mastigar. É horrível, porque tenho de esmigalhar a carne bem para ele não se engasgar (porque ele recusa-se mesmo a mastigar, engole, mesmo os bocados grandes, e às vezes fica aflito). Bom, isto não acontece sempre assim, às vezes já aceita mastigar, mas de vez em quando dá-lhe na veneta e até chora porque quer "engoliri". É claro que depois a fruta e o pão e as bolachas e algumas porcarias ele mastiga prontamente e com energia.

O que quer dizer que, de há uns meses para cá, há outra vez guerras à mesa. E eu, que já me estava a preparar para o próximo passo, que seria ele começar a comer segundo prato (e já vinha tarde, esta etapa), vejo-me agora a braços com estas birras, que já não são nada próprias da idade dele. E perco mesmo a paciência, às vezes. É certo e sabido que antes de comer ele vai protestar e fazer um berreiro daqueles. Verdade se diga que a maioria das vezes acaba por comer (mas tenho de me zangar), outras vezes não consigo mesmo que ele coma. Não é muito frequente, mas acontece, ou porque está mais mal-humorado, ou mais cansado, ou sei lá que mais.

Eu sei que os miúdos têm estas regressões. Que talvez ele me esteja a dizer que está a ser demais para ele. É que há pouco tempo (há coisa de semanas) ele começou a fazer regularmente xixi e cocó no bacio. Ainda tem descuidos, mas poucos. Isto é uma conquista, como é óbvio, e estamos muito orgulhosos do menino crescido (ele incluído). Mas eu sei perfeitamente que estas conquistas são difíceis, para eles, apesar de compensadoras. E sei que estas regressões são necessárias para eles posteriormente darem saltos qualitativos. É uma forma de recuperarem forças e recarregarem energias.

Mas saber isto tudo não me dá paciência nem me faz sentir menos farta da situação. Às vezes tenho mesmo de contar até 10. Ou 20, ou 30, ou 100! Mas conto. E respiro fundo, e tenho calma. Porque, no fundo, sei que ele vai chegar lá, quando estiver preparado. É como largar as fraldas. Não vale a pena querer que eles o façam antes do tempo certo (que é sempre o deles), sem estarem preparados. E nós sabemos que eles vão acabar por fazê-lo, mais tarde ou mais cedo. E, quanto a isto, o importante é que ele coma, e cresça saudável.

5 comentários:

Alex disse...

É isso mesmo, tudo se ultrapassa, com muita calma. Sem pressão. Mas estou a imaginar-te a contar até 100 ... :)

As regressões, até nós as temos.
Um beijo grande
até sexta **

Nuno disse...

Tente fazer dessas refeições uma coisa divertida/descontraída ("desvie-lhe" a atenção ("tensão") descontraindo-se e descontraindo-o com algo de que ele goste muito).

Sem dúvida... tudo tem o seu tempo... a oportunidade surgirá... a S., por exemplo, largou a chucha após os três anos "oferecendo-a" ao Pai Natal (colocou-a junto à lareira) com o pretexto de que o Pai Natal em troca lhe deixaria lá uma prenda. O Pai Natal deixou a prenda, levou a chucha e a S. nunca mais quis chucha.

CLS disse...

Que coincidência, ontem escrevi um post exactamente sobre o mesmo problema, a Camila também anda numa fase terrível para comer! Será dos 3 anos? Estes miúdos põe-nos loucas :)!
Bjs

miduxe disse...

Como te compreendoooooooo!!!
beijos

papu disse...

Um beijinho, alex :)

Nuno: tens toda a razão! Mas eu às vezes não tenho mesmo pachorra! :(

E olha, não leves a mal, mas não me trates por você! Afinal já cavaqueámos tanto no blog da Alex! Pode ser? :)

CLS: tenho andado para te ir espreitar e à tua Camila mais ainda não consegui! a ver se vou lá agora.

Miduxe: beijinho também :)