sábado, abril 29, 2006

BEM VINDOS AO ZOO DE LISBOA

Lembram-se do velho elefante? Pois é, coitadinho, no seu lugar está uma réplica de má qualidade que já não faz as habilidades do costume. As pessoas ainda acenam com o brilho do vil metal na ponta dos dedos, na esperança vã que o bicho, acometido por um súbito e inexplicável rasgo de memória ancestral, atire de lá com a tromba na sua direcção, mas dos olhos do pobre animal só se derrama uma indiferença colossal.



As girafas, essas, continuam esguias, altas e mudas, com o espanto a ensombrar-lhes o olhar e as nuvens a fazerem-lhes cócegas nos pescoços indiferentes e altivos.

As gralhas continuam iguais a si mesmas.



E o urso castanho, de olhos amáveis, a rir-se de nós entredentes.

3 comentários:

Nuno disse...

A S. adora as casinhas (miniatura) logo à entrada do Zoo de Lisboa (acesso gratuito).

No interior do Zoo (já sem gratuitidade) gosta do passeio no "comboio", das focas, da girafa (dá-lhe folhas à boca), do elefante bebé, dos macacos e da passarada.

Nós, pessoalmente, embora sejamos e estejamos em Lisboa, gostamos mais do Zoo da Maia.

Um bom fim-de-semana PAPU (e C.ª) :)

papu disse...

Eu também adorava essas casinhas quando era pequena! Quando fomos lá com o David a segunda vez (a primeira ele tinha para aí 2 meses), tinha ele uns dois anos, foi a única coisa de que gostou (nem olhou para os bichos).

Eu pessoalmente nunca gostei do espectáculo dos animais em cativeiro, mesmo em criança, apesar de gostar de os ver, já esse aspecto me fazia impressão.

Bom fim de semana também, Nuno :)

Anónimo disse...

Interesting website with a lot of resources and detailed explanations.
»