quarta-feira, abril 05, 2006

O LIVRO DA QUARTA

Laura Esquível, Como Água para Chocolate




hoje é muito especial, porque esta autora é também uma das minhas preferidas. Este foi o primeiro livro que li dela, e desde então não tenho parado de a ler, só tenho pena que ela não escreva mais!

Esta história é deliciosa. O cenário principal é a cozinha, onde Tita passa a maior parte da sua vida. Desde criança que é na cozinha que ela prefere estar e onde se sente melhor. A cozinha é o coração da casa, e é também o lugar onde ela aprende tudo sobre a vida e os seus mistérios. É nela que ela se refugia para suspirar pelo seu amor a Pedro, e para cozinhar pratos deliciosos e únicos, cuidadosamente preparados com os ingredientes secretos dos seus afectos e emoções...

Pedro, apesar de também a amar, está prometido para a sua irmã. Segundo a tradição da época, Tita não pode casar-se porque a ela cabe o papel de acompanhar a mãe na velhice. Mas o seu coração não se conforma. Continua teimosamente a bater no seu peito, descompassado, completamente ávido de vida e de amor como um passarinho engaiolado.

E não vou contar mais nada, senão estrago-vos o prazer da surpresa! Só digo mais: que este livro é comovedor, é mágico, é hipnotizante. Cada capítulo começa com uma receita de cozinha. E com uma promessa de um novo sabor delicioso na boca.

Não percam... e lambam o prato com o pão!

13 comentários:

nascitura disse...

papu,
adoro ler, mas com tanta coisa em mãos fico com muito pouco tempo para as leituras. quando me iniciei no mundo dos livros pensei que tinha de começar pelo princípio e vá de comprar os clássicos. mas não aguentei e então leio em simultâneo, ora um clássico, ora um contemporâneo. por vezes acontece-me que, por uma qualquer razão, um determinado livro me chega às mãos e pronto lá vem mais um. chego a ler três livros ao mesmo tempo, mas verdadeiramente prefiro ler um de cada vez(para saborear melhor).

nascitura disse...

quanto à autora do dia, não conheço.

papu disse...

tens que conhecer!
a sério, não sabes o que estás a perder!
:)

quarentaom disse...

APELO em divulgação na internet:

ÚTEROS ARTIFICIAIS: Uma Investigação Cientifica Prioritária


[ em ANEXO está explicado a origem do TABÚ-SEXO ]


As Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir a sua História!!!

As Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir que a SOBREVIVÊNCIA não caiu do céu!!!
As Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas têm de Assumir que a SOBREVIVÊNCIA só foi possível graças a um Largo Trabalho Sociológico...... nomeadamente, uma Boa Gestão dos Recursos Humanos...... nomeadamente, o facto de elas terem conseguido MOTIVAR os machos sexualmente mais fracos no sentido de eles se interessarem pela SOBREVIVÊNCIA da SUA Identidade!!!
Dito de outra forma, agora que possuem as 'costas quentes' - graças à existência de Armas de Alta Tecnologia - as Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas não podem... pura e simplesmente... deitar os machos sexualmente mais fracos... para o 'caixote do lixo' da sociedade!!!!!!......


Como seria de esperar, o FIM do Tabú-Sexo está a provocar o Declínio Acelerado de muitos Povos Tradicionalmente Monogâmicos...
Com o FIM do Tabú-Sexo veio a acontecer aquilo que seria exactamente de esperar: a percentagem de MACHOS SEM FILHOS disparou... e... exactamente como seria de esperar... os machos de maior sucesso passaram a ter filhos de sucessivos casamentos...


Com o fim do Tabú-Sexo também vieram a suceder os seguintes fenómenos:
-1- a proibição da Poligamia passou a ser uma coisa que JÁ NÃO FAZ SENTIDO; de facto, basta observar o seguinte: muitas fêmeas das Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas passaram a procurar machos de melhor qualidade... oriundos de Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas...
[ Nota: Nas Sociedades Tradicionalmente Poligâmicas apenas os machos mais fortes é que têm filhos... ou seja... estas Sociedades procuram seleccionar e apurar a qualidade dos seus machos... ]
-2- muitos machos das Sociedades Tradicionalmente Monogâmicas passaram a ir à procura de fêmeas Economicamente Fragilizadas... oriundas de outras Sociedades...
[ Nota: Aqueles machos ( dotados de Boa Saúde... ) que não estão interessados em seguir este caminho..., devem possuir o LEGÍTIMO Direito de ter acesso a Úteros Artificiais ]


Mais, a Prostituição deve ser uma actividade rigorosamente controlada pelo Estado... de forma a que:
-1- seja concedido às profissionais do sexo todas as condições consideradas necessárias...
-2- os lucros obtidos com a exploração da 'Prostituição de Luxo'... possam comparticipar uma 'Prostituição a Custos Controlados'... mais barata ( para os Machos Sexualmente Mais Fracos - rejeitados pelas Fêmeas ) ... e sem 'beliscar' a dignidade das profissionais do sexo.



***************************************



ANEXO: A origem do TABÚ-SEXO

--- Nos tempos mais antigos... as mulheres teriam possuído toda a Liberdade e Independência.

--- Depois, mais tarde, pela necessidade de luta pela sobrevivência... ou ... pela ambição de ocupar e dominar novos territórios... alguém fez uma descoberta extraordinária: --> A REPRESSÃO DOS DIREITOS DAS MULHERES!
--- A Repressão dos Direitos das Mulheres tinha como objectivo tratar as mulheres como uns meros 'úteros ambulantes'... para que... as sociedades ficassem dotadas duma VANTAGEM COMPETITIVA DEMOGRÁFICA!!!!!!
--- De facto, quando as guerras eram lutas 'corpo-a-corpo' o factor numérico ( número de combatentes disponíveis ) era de uma importância decisiva... visto que...esse factor era ( frequentemente ) determinante na decisão das Batalhas e das Guerras...

--- Depois, pela necessidade de luta pela sobrevivência... ou ... pela ambição de ocupar e dominar novos territórios... alguém fez uma nova descoberta extraordinária: --> O TABÚ-SEXO!
--- O Tabú-Sexo tinha como objectivo proporcionar uma melhor rentabilização dos Recursos Humanos da Sociedade!?!?!?!...
--- De facto, o Ser Humano não é nenhum Extraterrestre: tal como acontece com muitos outros animais mamíferos, duma maneira geral, as fêmeas humanas são 'particularmente sensíveis' para com os machos mais fortes...
--- Analisando o Tabú-Sexo:
- a sociedade dificultava o acesso das mulheres à independência económica;
- as mulheres que não casassem eram alvo de crítica social...
[ portanto... como é óbvio... as mulheres eram 'pressionadas' no sentido do Casamento ]
- não devia haver sexo antes do Casamento;
- as mulheres não deviam procurar obter prazer no sexo;
- as mulheres que se sentissem sexualmente insatisfeitas, não podiam falar nesse assunto a ninguém, pois o desempenho sexual dos machos não podia ser questionado;
- era proibido o divórcio;...
...........torna-se óbvio que o Verdadeiro Objectivo do Tabú-Sexo eram montar uma autêntica armadilha às fêmeas... de forma a que... estas fossem conduzidas a aceitar os machos sexualmente mais fracos!!!
--- Dito de outra forma, o VERDADEIRO OBJECTIVO do Tabú-Sexo era proceder à integração social dos machos mais fracos!!!

--- Nota: Quando as guerras eram lutas ' corpo-a-corpo', para além do factor numérico ser de de muita importância... frequentemente... o que decidia as guerras era a MOTIVAÇÃO com que os combatentes ( os homens ) lutavam...
--- Concluindo, ao permitir que fosse realizada uma Boa Gestão dos Recursos Humanos da Sociedade... o Tabú-Sexo fez com que... as sociedades ficassem dotadas duma VANTAGEM COMPETITIVA!!!...

MAIS:
--- Quando as batalhas eram lutas corpo-a-corpo... essas batalhas seriam autênticas carnificinas... portanto... era necessário uma grande disciplina... para não existirem homens cada um a fugir para o seu lado...
--- Ora, os responsáveis militares, da altura, não andavam a dormir... e sabiam que para se construir um exército disciplinado era necessário realizar previamente um Largo Trabalho Sociológico de Longo Prazo... no sentido de formar 'Homens Rudes'...; portanto, não é de admirar que tenham surgido na sociedade ' frases-feitas ' do tipo:
- " um homem nunca chora ";
- " não és homem não és nada se... ";
- " a tropa foi feita para os homens ";
- etc...

Que eu me lembre... eis três casos curiosos:
-1- as mulheres tinham de ficar em casa a cuidar dos filhos ( ou seja, era necessário assegurar a Capacidade de Renovação Demográfica...) , caso contrário, o inimigo impunha uma Guerra de Desgaste Demográfico... e ao fim de uma geração ( sem Renovação Demográfica do ‘outro lado’... )... ganhava a guerra 'com uma perna às costas'.
-2- as viúvas não podiam voltar a casar... pois... não era nada benéfico para a moral dos combatentes... eles pensarem que... se eles viessem a morrer no campo de batalha... depois a mulher ia 'curtir' com outro...
-3- existia uma forte repressão sobre os homossexuais... visto que ... a Sociedade necessitava de 'Homens Rudes' para combater nas batalhas ( autênticas carnificinas de lutas corpo-a-corpo... ).

papu disse...

só não apago este comentário porque não me apetece censurar a espontãneidade de quem o colocou... e por que assim aproveito para dizer que SOU COMPLETAMENTE CONTRA A UTILIZAÇÃO DE ÚTEROS ARTIFICIAIS, seja em que circunstâncias for.

Quanto à prostituição, se dependesse da minha vontade não haveria ninguém no mundo que tivesse necessidade de vender o corpo; como não posso fazer milagres, acho que sim, que a profissão deve ter dignidade e acho que as prostitutas devem ter todas as regalias de uma profissão normal.

No geral, acho que anda aí uma grande confusão nessa cabeça.

AGRADEÇO A QUE DE FUTURO NÃO UTILIZEM O MEU BLOGUE PARA DIVULGAÇÃO DE NADA QUE NÃO TENHA A VER COM OS ASSUNTOS DOS POSTS. OBRIGADO.

CLS disse...

Já li este e vi o filme tb. Adoro a história e a forma como ela descreve os pormenores, delicioso. Com este livro e com o "Cinco quartos da laranja" da Joanne Harris, passo a leitura a salivar :)!

soniaq disse...

Grande livro, adorei, emprestei-o à minha cunhada, tenho que o pedir de volta.

O filme foi uma grande decepção para mim, não gostei nada.

Beijocas

LP disse...

ADORO! A autora e o livro! Viste o filme? Também é fantástico!

sem cantigas disse...

tb gostei do livro
qdo cozinho gosto de estar nesse estado de espirito, cozinhar com amor, mas às vezes é dificil, depois de tantos bifes com arroz...

nana disse...

também gostei muito deste livro!
a história dos fósforos é linda!!
;)

nana disse...

também vi o filme!
;)

Joana disse...

desculpa a invasao mas este livro e simplesmente perfeito!!

nunca li nada igual...!


espero que existam muitas Titas pelo mundo fora, que lutam pelos seus sentimentos e convicçoes!



escelente escolha literaria (:

Joana disse...

*excelente =X