sábado, novembro 11, 2006

SABEM O QUE SÃO DIAS MOLHADOS?

Não, não está a chover, que o sol até espreita por entre as nuvens. O ar é que está molhado. O ar, o chão, as paredes das casas, os caixotes do lixo, as folhas nas árvores e as caídas no chão, os muros, os carros, as teias de aranha, os telhados escuros e melancólicos.

Será a chuva as lágrimas da natureza? E a humidade a transpiração?

Ontem fui deitar-me sem jantar. Tinha ficado com o estômago às voltas e não tinha fome. Um amigo mandou um mail para a nossa caixa do correio com o título "Gatuno na Namíbia". Pensei que era uma dessas anedotas que circulam por aí (o mail vinha endereçado a uma mailing list) e sem pensar abri o attatchment. Depois é que li, mais abaixo, a advertência de que era muito chocante. Eu como não estava à espera, abri e levei um murro. No estômago. Não fui capaz de olhar outra vez para a fotografia.

Hoje pus grão ao lume e o cheiro invade a casa. É um cheiro quente, reconfortante. Entra pelo nariz e instala-se na alma, junto ao coração.