sexta-feira, maio 22, 2009

Esta blogocoisa é uma aldeia

Eu cá também tive uma professora maluca. Foi a práticas administrativas, no 7º ano. As aulas eram uma autêntica paródia, ninguém prestava atenção, andávamos a passear pela sala a falar uns com os outros, enquanto a professora, que usava uns turbantes esquisitos na cabeça, ia gesticulando e falando com as paredes, sentada à secretária. Não parecia incomodar-se com o barulho nem com o facto de não ver nenhum aluno sentado; aliás, parecia nem reparar que nós existíamos. No dia do teste, com todos nós incrivelmente sentados cada um no seu lugar, começou a ditar as perguntas para nós escrevermos. Ficámos aterrados: aquilo era chinês. Ninguém fazia a mínima ideia do conteúdo das respostas. No meio de risinhos nervosos, parecíamos uma turma da primária a fazer um ditado. Quando chegou à última pergunta, a professora começou a ditar as respostas. Nós nem queríamos acreditar, mas não perdíamos nem uma vírgula. Foi a última aula que tivémos com ela. Digam-me lá se no meu tempo a maluquice não tinha outra categoria.

2 comentários:

LP disse...

Ah Ah Ah! Eu também tive algumas professoras um bocado doidas, mas nenhuma que ditasse as respostas aos testes!

luciana teixeira disse...

hahahaahhhaha, essa foi realmente muito boa!