sexta-feira, dezembro 11, 2009

Despensa ou dispensa?

Boa, tantos armários, tanto espaço! Aqui as panelas, acolá as caixas de plástico. Até há gavetas, há tanto tempo que não arrumava os talheres em gavetas! Compartimentos para os garfos, facas, colheres e outros utensílios inumeráveis. Até parece que estou a brincar às casinhas. Na verdade, não me lembro muito de brincar às casinhas. Era mais carrinhos, algumas bonecas, legos, soldadinhos da Airfix... Airfix? Não sei se é assim que se escreve.
Frascos para as massas e arroz, açúcar e farinha nas prateleiras mais altas, ai que não chego às prateleiras mais altas... O que vale é que tenho um homem alto, mas uma mulher não pode estar dependente de um homem, não acham? Ainda para mais para arrumar os armários da cozinha. Ora, ainda melhor que um homem, mesmo grande, é um step stool mesmo à maneira, comprado no ikea... Agora já chego a todo o lado e se for preciso até limpo o cimo dos armários e do frigorífico.
Assim sim: pratos e travessas de loiça, formas, tigelas, copos, jarros, tanta tralha, mas até sobrou espaço, quem diria? Os frascos de vidro da minha mãe, as embalagens do chá, os rolos de papel, a película aderente e a folha de alumínio, sacos para congelar, sacos para embalar, saquinhos e sacolas, palhinhas e pintarolas, tudo cabe na dispensa (há tanto tempo que não tinha uma dispensa... E por falar nisso, como é que se escreve, despensa ou dispensa?)

(se fosse tão fácil arrumar-me em prateleiras.)

1 comentário:

A mãe que capotou disse...

Se encontrares as tais prateleiras que nos arrumam, depois diz ? Poupava muito em terapia lol

Passa pelo http://apanhadanacurva.blogspot.com
Eu também estou far away