segunda-feira, maio 15, 2006

A PROPÓSITO DE NOMES

contei ao David como foi que eu e o pai escolhemos o nome dele, antes de ele nascer: havia nomes que o pai gostava e nomes que a mãe gostava. Fizémos uma espécie de lista e depois ficámos só com os nomes comuns, e fomos eliminando até chegarmos ao nome dele.

Ele achou muito engraçado e saiu-se com esta: «Parece um jogo!» E depois: «Eu também quero fazer esse jogo!»

E eu para ele: «Depois fazes, sabes quando? Quando tiveres os teus filhotes, fazes, tu e a tua mulher».

E ele, mete a cabeça debaixo do edredão, com uma cara de espanto e de repúdio: «Eu? Eu não! Não quero fazer esse jogo com nenhuma mulher... Eu nunca vou querer uma senhora para casar, vou ficar sozinho, ouviste bem???»

Abrenúncio, o que eu fui dizer...

6 comentários:

soniaq disse...

Boa noite Papu

Esta história fez-me lembrar coisas passadas.

Também eu, (quando estive grávida), fiz isso, mas não cheguei a um nome só, sempre tive vários, o pior é que fui dar um dos nomes que mais gosto à minha gata e agora se volto a engravidar e se for uma menina, não sei o que farei, talvez como os reis, Maria I e Maria II, lol


Gostaste das cerejas?

beijos xxx

LP disse...

Exclusividade para a mãe eheh! Ele vai mudar de opinião...

papu disse...

Olá Sónia :)
Mas tu tens filhos? Ou estás a falar da gata? Agora baralhaste-me ;)

Liliana: claro que vai, e ainda bem ;) mas é engraçado o ar que ele faz: "it's disgusting!" (palavras dele!)

Anónimo disse...

This site is one of the best I have ever seen, wish I had one like this.
»

Alex disse...

Ouviste bem?????

- Han?

soniaq disse...

Oh Papu

Desculpa, não me expliquei...

Não tenho filhos, mas já estive grávida duas x's, infelizmente ainda não consegui ser Mãe. Luto há bastante tempo e este mês vou começar outro tratamento, mas devagarinho.

beijinhos