sexta-feira, julho 11, 2008

Era um bocadinho de calor, sff

Durante 34 anos, passei este dia com muito sol e muito calor. Demasiado calor, até. Lembro-me da casa cheia de gente e das janelas abertas a trazerem um vento morno para os ombros e os rostos suados. Lembro-me de me deitar na cama, no silêncio da noite, depois do rebuliço, e de sentir os lençóis a queimarem-me os braços e as pernas. Bom. Este é o quarto aniversário que aqui passo, e ainda não houve um único que não fosse brindado com chuva e nuvens cinzentas. Ao menos hoje o sol rasga as nuvens e há mais azul do que cinzento no céu. Sun spells, como eles dizem. E viva o sol :)

E entretanto já caiu um dilúvio.

1 comentário:

mina disse...

Também no dia 11 de Julho de 1970 esteve um calor de torrar, tanto que no mercado que, naquela época era na Grão Vasco, tive que ir para debaixo de uma árvore enquanto o pai comprava o resto das coisas. E, depois, às 16.30h, fomos presenteados com uma linda menina, que nos sussurou: aqui estou, sou a vossa tão desejada filha. Beijinhos e um ror de anos cheios de saúde.