quinta-feira, setembro 04, 2008

Back to school


Voltaram hoje à escola.
O Diogo todo orgulhoso por já estar no year 1. O David, mais contido, mas sem conseguir esconder o entusiasmo de rever os amigos e de voltar à escola.
A sala do year 1 é onde era o year 2, o ano passado, a mesma em que eu, todas as semanas, passei uma manhã ou duas nas minhas tarefas de voluntária. Está completamente diferente, a sala. Aliás, todos os anos eles mudam o lugar dos móveis, a decoração, acrescentam novos cantinhos com áreas temáticas, tudo com um cuidado que revela o bom gosto associado à funcionalidade. Este ano reparei numas cortinas transparentes, de tom lilás, postas em frente da estante de livros que já existia, junto a uma das janelas. As janelas são altas, como os tectos, e deixam entrar muita luz. A luz batia naquele bocado vaporoso de tecido e enchia o canto de uma leveza singular. Tudo cheira a novo, apesar de os materais se manterem de uns anos para os outros. Os livros, alguns já muito usados, outros até rasgados, mas sempre cuidadosamente remendados com fita adesiva, arrumados dentro de caixotes, que se dispersam em cima das mesas, e quando o sininho toca, anunciando o fim do momento de leitura com os pais, são dispostos no chão, a um cantinho. Notei, no outro canto, o home corner: uma espécie de casinha de bonecas, com mesinhas e cadeiras, fogão, uns pratos e tachos, uma bandeja com fruta de plástico. As paredes ainda estão meio nuas, porque aguardam a proliferação de desenhos e outros trabalhos que serão dispostos, ao longo do ano, quer colados aos placards de cortiça, quer numa espécie de cordas da roupa que eles improvisam, de uma parede à outra, onde se penduram desenhos e toda a espécie de trabalhos manuais que eles fazem. Todos os anos a escola é pintada de novo, notamos isso logo à entrada, pelo verde mais vivo dos degraus. E, todos os anos, os sorrisos são os mesmos, os nossos, os das crianças e os de todos os que ali passam a maior parte dos seus dias dedicando-se à árdua tarefa de educar. A começar pelas pequenas coisas, como umas tão simples e acolhedoras boas-vindas.

3 comentários:

edelweiss disse...

Oh my God: o Miguel daria tudo para ter estas t-shirts do Pokemon! Lucky them!

Pedro Ruivo disse...

O João tb disse logo que queria camisolas iguais.
E, sem lhe serem dadas quaisquer pistas, identificou os primos.

papu disse...

as camisolas vieram da tailândia, via internet... o pai é que as comprou, posso perguntar-lhe o site, se estiverem interessados

beijinhos