quinta-feira, fevereiro 19, 2009

6 anos




O tempo voa, o tempo corre, o tempo dança
e a gente envelhece.
A gente não esquece aqueles momentos
aqueles únicos que teimamos em guardar
mas que nos fogem das mãos
em asas ansiosas de liberdade.
Liberdade.
Será que passámos a ter medo dela?
Como foi possível?
Não, apenas estamos mais velhos.
Talvez mais patéticos.
Mais autênticos, no fundo.
Menos produzidos.
Mais descabelados, mais gordos, mais flácidos.
Mais pés na terra?
Também não. Ainda não desistimos de voar.
Eu, pelo menos.

Não quero que andes para trás, ó tempo.
Quero que voes. E me leves contigo.

(devia antes dizer a gente cresce em vez de a gente envelhece.
É que, por mais que olhe para o espelho, não me vejo envelhecer. Às vezes, acho que ainda encontro o mesmo rosto de há trinta anos atrás. Com algumas diferenças, é certo, mas o mesmo)

3 comentários:

LP disse...

PARABÉNS!

mina disse...

Que lindo menino, já com 6 anitos! Beijinhos de parabéns para ti, meu amor, da avó cheiinha de saudades de todos vós.

B-Good disse...

Parabéns! Saboreia cada momento!