segunda-feira, março 29, 2010

A vida inteira

Às vezes tinha de cerrar os dentes com muita força para atenuar a vontade de gritar. Não conseguia, e o grito ficava a ecoar-lhe no peito. Por fora não se ouvia nada. Era capaz de disfarçar com perícia. Treinara-a, à farsa, a vida inteira.

3 comentários:

Leonardo B. disse...

[são gritos que ensurdecem, por dentro e por fora]

um imenso abraço, Papu

Leonardo B.

papu disse...

obrigada :)

Alex disse...

e que acabam por nos criar vicios que não largamos pela vida fora.